A nível tópico, a Clindamicina tem propriedade anti-acne, provavelmente devido a sua ação antibacteriana. Esta parece reduzir a concentração de ácidos graxos livres na pele, além de suprimir o crescimento de Propionibacterium acnes (Corynebacterium acnes), uma bactéria anaeróbica encontrada nas glândulas e folículos sebaceos. P.acnes produz proteases, hialuronidases, lipases e fatores, todos os quais podem produzir substâncias inflamatórias, ou a inflamação diretamente.